Como as competências emocionais ajudam no atendimento de venda?

      Por Grupo Kronberg - (0) Comentários Em 16-12-2014
      Treinamento de vendas

    Competências emocionaisO número de empresas que estão analisando mais que somente o perfil técnico do candidato a uma vaga de emprego é crescente. Fatores como as competências emocionais e capacidade de liderança estão se tornando muito relevantes para selecionar, reter e promover talentos. Por isso, desenvolver o aspecto emocional do profissional se torna cada vez mais importante e necessário para galgar sua carreira e chegar a cargos de liderança.

    Um treinamento de atendimento possibilita que o profissional desenvolva suas habilidades emocionais, adquira novas técnicas de atendimento e vendas e assim aliar essas competências com sua experiência e capacidade profissional.

     

    Aumento de produtividade e competências emocionais

    Saber equilibrar adequadamente suas competências emocionais e técnicas de atendimento e vendas trazem inúmeros benefícios ao profissional, assim como para a empresa. O desenvolvimento da produtividade é um deles, que traz aumento de receita e melhor resultado para a companhia. Além disso, a fidelização de clientes fica mais fácil após um treinamento que foca em promover um atendimento memorável, que supera as expectativas do cliente e o encanta.

    A excelência no atendimento provém de técnicas e, principalmente, posturas adotadas pelos profissionais de linha de frente da empresa (vendedores e atendentes) e também de seus líderes. Para chegar a esse patamar de trabalho é preciso saber aliar as técnicas de trabalho e as competências emocionais, uma vez que entender quem é e o que procura seu cliente facilita a venda e também o envolvimento do cliente com a marca, construindo uma base de clientes sólida e fidelizada.

    Principais pontos das competências emocionais

    A análise e desenvolvimento das competências emocionais envolve diversos pontos que devem ser trabalhados para trazer ao profissional novos conhecimentos. Segundo um artigo publicado no site do jornal O Estado de São Paulo, algumas áreas que são abarcadas pelas competências emocionais são:

    • Autoconhecimento;
    • Autoconfiança;
    • Autocontrole emocional;
    • Empatia;
    • Automotivação.

    Um profissional que sabe navegar em suas emoções, para otimizar seu poder cognitivo tem muito mais chance de promover um atendimento memorável, conseguir fechar vendas e mais do que isso, fidelizar os clientes para longo prazo.

     






Assine nossa newsletter e não perca nossas novidades!