Por que a gestão de talentos é tão importante para sua empresa?

      Por Grupo Kronberg - (0) Comentários Em 28-11-2017
      Desenvolvimento profissional

    Reflita sobre todo o trabalho que a empresa tem na contratação de colaboradores, como divulgação da vaga, avaliação de currículos, entrevistas, dinâmicas etc. Após selecionado o profissional mais apto para a tarefa, ele passa por treinamentos e um período de adaptação. Agora imagine que depois de todas essas fases, ele saia. Pois é, essa situação recorrente pode ser evitada e para isso os gestores precisam saber o que é gestão de talentos.

    Esse processo que descrevemos é muito mais comum do que o imaginado e causa vários prejuízos para a empresa que, após investir tempo e recursos em um profissional, precisa começar tudo de novo. De acordo com pesquisas, a rotatividade nas empresas cresceu 82% nos últimos anos.

    Além de perder profissionais já treinados, muitas companhias perdem muitos talentos nesse processo, o que exige um investimento em uma estratégia de retenção e gestão de talentos.

    O que é gestão de talentos?

    A gestão de talentos refere-se a uma estratégia para aumentar o capital humano da empresa embasada em uma metodologia eficaz que tem quatro pilares, atração, seleção, retenção e desenvolvimento. Conheça melhor cada um a seguir.

    • atração: a empresa precisa ter técnicas e recursos para ser atrativa para profissionais talentosos e capacitados, assim terá mais chances de que as pessoas que vão se candidatar às vagas sejam mais alinhadas com o perfil desejado;
    • seleção: para encontrar os talentos é preciso ter um processo de seleção que valorize as mesmas virtudes que a companhia deseja fortalecer. Devem ser avaliadas as habilidades técnicas e emocionais do profissional, usando metodologias e assessments validados cientificamente neste ambiente complexo, disruptivo e global;
    • retenção: para que esses profissionais mantenham-se na empresa eles precisam ser valorizados e motivados a alcançar melhores resultados individuais e coletivos e ter seus pontos fortes cultivados e aproveitados;
    • desenvolvimento: auxiliar os profissionais a alavancar os pontos fortes e obter melhores resultados com perspectivas de crescimento dentro da empresa é essencial para mantê-los.

    Para que esses quatro pilares sejam fortalecidos dentro da empresa, é preciso que os gestores e diretores, além de saberem o que é gestão de talentos, vejam valor nesse investimento.

    Qual a importância da gestão de talentos para empresas?

    Existem vários estudos e pesquisas que demonstram como a gestão de talentos faz diferença financeira e concorrencial para as empresas. Um primeiro argumento que justifica esse investimento é que, após todas as etapas concluídas, perder um funcionário por má gestão já representa um prejuízo para o negócio, principalmente quando o profissional tem habilidades e competências que agreguem ao desenvolvimento da equipe e do negócio.

    De acordo com um estudo do Hackett Group empresas que investem em gestão de talentos faturam 15% a mais que os concorrentes. Já uma pesquisa do McBassi & Co. indicou que empresas com bom desempenho nos cinco indicadores de capital humano (liderança, engajamento, gestão do conhecimento, gestão da força do trabalho e capacidade de aprendizagem) tem melhor estabilidade e maiores dividendos por ação.

    Com tais pesquisas fica claro que um capital humano elevado gera um valor para a empresa que a torna mais competitiva no mercado e melhora as chances de expansão e desenvolvimento. Assim, saber o que é gestão de talentos e como desenvolvê-la são diferenciais imprescindíveis para os negócios do século XXI.






Assine nossa newsletter e não perca nossas novidades!