Conheça 6 táticas para conseguir a contratação efetiva no emprego temporário

      Por Grupo Kronberg - (0) Comentários Em 16-12-2015
      Grupo Kronberg

    taticas-para-conseguir-efetivacao-grupo-kronberg

    É comum que profissionais de diversas áreas procurem por trabalhos temporários no final de ano, pois a demanda por atendentes e vendedores aumenta em diversos setores do varejo. No entanto, muitas dessas vagas temporárias têm possibilidades de se tornarem efetivas nas empresas contratantes e existem passos a serem tomados que podem tornar viável a contratação efetiva, de acordo com Carlos Aldan, especialista em Inteligência Emocional (IE) e CEO do Grupo Kronberg – empresa especialista em desenvolvimento de líderes e profissionais da linha de frente, assessment e coaching.

    Os grandes líderes procuram por profissionais com um bom convívio social entre os colegas, que saibam resolver problemas de maneira estratégica e tratem o cliente de forma memorável, essas características podem acabar rendendo uma contratação efetiva. Algumas empresas estipulam novas metas no início do ano e é interessante para os líderes manterem na equipe os funcionários com características que auxiliem no crescimento institucional e no aumento do lucro.

    Grupo Kronberg divulga seis dicas para aumentar o interesse da empresa em efetivar um funcionário temporário:

    1 – Resiliência. É a capacidade que o indivíduo tem de lidar com problemas, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas como choque e estresse com o mínimo de consequência emocional negativa. A habilidade de integrar pensamentos e sentimentos com o objetivo de otimizar decisões auxilia os profissionais a obterem equilíbrio, o que consequentemente os mantêm em seus cargos. A inteligência emocional (IE) prepara o indivíduo para enfrentar com maior resiliência as adversidades, retrocessos e perdas na vida pessoal e profissional.

     

    2 – Autoconfiança. É importante que o profissional confie nas próprias competências e saiba resolver problemas sem ceder à pressão do momento. O constante aprimoramento e a aplicação de competências, valores e compromissos permite aumentar a motivação, resultando numa maior autoconfiança.

     

    3 – Metas. É necessário que o profissional defina metas específicas dentro da realidade vivenciada, para que seja possível ter um motivo que o impulsionará a prosseguir mesmo nas horas mais desafiadoras. A criação de metas que unam a vida profissional à vida pessoal é uma forma de criar um significado maior para o trabalho.

     

    4 – Empatia e bom relacionamento. O estresse do dia a dia, acúmulo de funções e falta de tempo acabam por diminuir a empatia entre os colaboradores nas empresas. É preciso que o funcionário saiba administrar as emoções para adquirir a capacidade de driblar o contágio negativo, tanto os próprios, quanto dos outros, criando assim um ambiente harmonioso. A empatia entre os colaboradores também é importante e precisa ser desenvolvida, pois pessoas que possuem uma compreensão plena sobre empatia, conseguem se conectar mais facilmente com clientes e colegas.

     

    5 – Seja proativo Organização, concentração e a não procrastinação são alguns dos passos a serem dados para que o trabalho seja bem feito. Fazer uma revisão das tarefas, organiza-las por ordem de prioridade, focar naquelas que são mais importantes ou têm prazos mais apertados, e não adiar as ações são o segredo para uma possível efetivação.

     

    6 – Mostre trabalho (e resultado). Além de trabalhar duro para gerar resultados para si próprio e para a empresa, é preciso também mostrar as próprias competências para garantir que enxerguem seus feitos. Trabalhar o marketing pessoal é fundamental para que os líderes enxerguem o profissional como parte fundamental da empresa.

     






Assine nossa newsletter e não perca nossas novidades!