O que é ciência da felicidade e por que ela é importante para as empresas?

      Por Grupo Kronberg - (0) Comentários Em 10-10-2017
      Desenvolvimento profissional

    Ser feliz depende de muitas coisas internas e externas a nós. O objetivo da ciência da felicidade, também conhecida como ciência da positividade, é compreender como a felicidade é constituída e, assim, ajudar que mais pessoas possam desfrutar de uma vida feliz.

    Por anos, a psicologia procurou entender sobre o nosso lado negativo, o que deixa as pessoas deprimidas, traumatizadas, o que leva ao vício, etc.

    Mas ao longo da última década, muito mais esforço tem sido empregado para descobrir o que nos deixa feliz.

    Quais pensamentos, ações e comportamentos nos fazem mais produtivos no trabalho e mais felizes em nossos relacionamentos?

    A felicidade não influencia apenas questões pessoais, mas também está muito relacionada com a vida profissional. Portanto, ser feliz é importante para as pessoas, mas também para as empresas. Saiba por quê!

    O que é a ciência da felicidade?

    A ciência da felicidade consiste em uma área do conhecimento que tem por objetivo compreender como a felicidade é constituída. Sendo que se entende atualmente que ela depende de fatores externos e internos. Por exemplo, um estudo da Universidade Northwester, em 1978, comparou níveis de felicidade entre ganhadores da loteria e vítimas de acidentes graves.

    Enquanto a expectativa geral seria de que o primeiro grupo se apresentasse mais feliz, o que ocorreu foram relatos de insatisfação e menos prazer do que quando comprado com o segundo grupo.

    A Universidade de Harvard também tem dedicado esforços para compreender o que gera uma vida mais saudável e feliz. Até o momento, os pesquisadores relatam que elementos como dinheiro, fama e poder são menos importantes do que se imaginava.

    O componente mais importante para uma vida feliz seriam as relações sociais. Enquanto a ideia geral aponta que a felicidade é resultado do sucesso, os estudos da ciência da felicidade indicam que é o sucesso que seria um resultado da felicidade, e não o contrário.

    Por que ela é tão importante para as empresas?

    A ciência da felicidade também deve ser considerada importante para as empresas. Muitas companhias seguem a lógica de que é o sucesso que gera a felicidade e assim baseiam-se nos mecanismos de recompensa, ainda que seja desgastante alcançá-los.

    Por sua vez, estudos da ciência da felicidade indicam que essa fórmula não é eficaz, pelo contrário. A felicidade deve vir antes da recompensa, o que permitirá alcançar melhores resultados.

    O estado emocional e mental positivo permite que mais endorfinas e dopaminas sejam liberadas no organismo, proporcionando melhor uso das capacidades físicas e psicológicas, além de:

    • aumentar os níveis de concentração;
    • melhorar a assertividade;
    • aumentar a criatividade no desenvolvimento das atividades;
    • mais empatia.

    Com a melhora dessas características relacionadas ao trabalho e a vida pessoal, o aumento da produtividade torna-se uma consequência natural dos níveis elevados de felicidade, o que resulta em mais sucesso na carreira profissional.

    Portanto, empresas que estão empenhadas em aumentar seus níveis de produtividade devem investir tempo e recursos em descobrir o que faz seus colaboradores felizes, e, assim, criar condições favoráveis para que a felicidade seja obtida.






Assine nossa newsletter e não perca nossas novidades!