O que torna a Inteligência Emocional em um trabalho de aprendizagem?

      Por Grupo Kronberg - (0) Comentários Em 01-06-2016
      Inteligência Emocional

    O que torna a Inteligência Emocional em um trabalho de aprendizagem

    O desenvolvimento da Inteligência Emocional é buscado por pessoas com diferentes objetivos, desde profissionais até aprender a lidar melhor com situações pessoais, financeiras, familiares e relacionamentos.

    Esse desenvolvimento está relacionado inicialmente ao desejo por mudança e transformação. Para que esse objetivo possa se consolidar, não basta aprender sobre Inteligência Emocional, mas aplicá-la no cotidiano. Na Six Seconds isso é chamado de aprendizado transformacional.

    O aprendizado transformacional consiste no ensino que de fato tem poder de mudança na vida da pessoa que aprende. O professor deixa de ser o único a deter as respostas no ambiente de aprendizado e torna-se um parceiro em um processo compartilhado de descoberta.

    Inteligência Emocional e processo de aprendizagem

    O aprendizado transformacional ainda não é o modelo vigente de ensino e exige diversas mudanças tanto no processo de ensinar quanto no de aprender. Visando direcionar esse tipo de prática, a Six Seconds desenvolveu seis princípios da filosofia de aprendizagem. Conheça mais sobre eles:

    • Sabedoria interna: o papel do professor/tutor/instrutor etc. é criar um ambiente propício para que as pessoas encontrem as próprias respostas a partir de um processo de autoreflexão.
    • Não existe receita: as pessoas podem aprender de diferentes maneiras, não sendo uma correta e outra errada. O necessário é que o estudo ensine diversos estilos de aprendizagem. Os professores também precisam adaptar os formatos visando relacionar-se com pessoas reais e complexas.
    • O processo ensina: o aprendizado transformacional não deve considerar apenas o conteúdo, mas todo o processo consiste em um aprendizado. É necessário usar a próprio inteligência emocional para permitir que outras pessoas possam desenvolver a delas, a partir da experimentação do processo.
    • Ação: caso a pessoa aprenda, mas não execute aquilo que aprendeu, a mudança não atingiu a vida prática dela. O processo de aprendizado deve ajudar que as pessoas transformem ideias em ações.
    • Gere desconforto: o aprendizado consiste em sair do conhecimento tido como seguro e confortável. O papel do professor é criar um ambiente agradável o suficiente para que as pessoas sintam-se seguras em ir além do conhecido e comecem a explorar o desconhecido.
    • Emoções como oportunidades: os sentimentos são poderosos motivadores no processo de aprendizado, podendo influenciar uma limitação ou um avanço. Os professores de IE são responsáveis por criar as condições emocionais necessárias para impulsionar as mudanças.

    A inteligência emocional oferece diversas oportunidades para um processo de aprendizagem transformacional, sendo fundamental que professores e alunos tenham uma outra visão sobre o processo de ensino para que tais benefícios possam ser colhidos.






Assine nossa newsletter e não perca nossas novidades!