Treinamento de inteligência emocional para negócios

      Por Grupo Kronberg - (0) Comentários Em 16-11-2016
      Desenvolvimento profissional

    Um líder que já desenvolveu a inteligência emocional para negócios precisa de uma equipe também qualificada para que o desempenho possa ser elevado. Um desafio frequente para esses líderes é como começar um treinamento de inteligência emocional para a equipe.

    Visando esclarecer essa dúvida, a 6Seconds realizou entrevistas com uma série de líderes empresariais e identificou três elementos essenciais para começar um treinamento de inteligência emocional para negócios.

    ie-negocios

    Como iniciar o treinamento de inteligência emocional?

    As entrevistas com os líderes empresariais mostraram que, muitas vezes, o treinamento em inteligência emocional é visto pelas equipes como algo fácil e simples, o que faz com que os líderes precisem de abordagens mais completas e com apoio de diversas pesquisas para demonstrar aos demais a credibilidade da técnica.

    A partir desse resultado inicial, eles apresentaram três necessidades principais para que os treinamentos de inteligência emocional sejam eficazes para o negócio.

    Tornar a inteligência emocional útil para o dia a dia

    Inicialmente, é preciso que a formação em IE priorize o dia a dia do negócio, aumentando a colaboração entre a equipe e a eficácia das decisões. A parte teórica é relevante desde que possa ser aplicada de forma eficiente no trabalho e, dessa forma, gerar ganhos reais e perceptíveis aos membros da equipe.

    Ir além do superficial

    Muitos programas de inteligência emocional se propõem a um ensino introdutório sobre o tema, mas se limitam a sensibilizar o colaborador. Entretanto, para que possa criar valor, os profissionais devem utilizar, efetivamente, a IE no dia a dia. Isso inclui o conhecimento sobre os métodos e as ferramentas da técnica. É importante que seja fácil para os colaboradores usarem esses novos conhecimentos, mas que eles também sejam completos.

    Integrar os novos conhecimentos ao que a empresa já faz

    Para que a inteligência emocional possa ser usada efetivamente para agregar valor na empresa, é necessário que ela vá além de um treinamento, sendo que a estrutura organizacional e a cultura empresarial devem estar alinhadas com esses novos objetivos. Dessa forma, é importante associar os novos conhecimentos adquiridos ao que a empresa já faz, por meio de ferramentas e processos aplicáveis à realidade da companhia.

    Por que realizar um treinamento em IE?

    Durante as entrevistas, além de relatar os elementos mais importantes para que a formação em IE seja eficiente, os líderes também apresentaram quais são as principais motivações que precedem essa formação. As dificuldades são:

    • Manter os melhores profissionais no quadro da empresa, e
    • Desenvolver a capacidade de liderança, aproveitando os talentos.

    Ambas as limitações identificadas no quadro empresarial podem ser melhores trabalhadas a partir de um treinamento em inteligência emocional, sendo importante que as empresas identifiquem quais as formas mais eficientes de adotarem essa nova estratégia.






Assine nossa newsletter e não perca nossas novidades!